Design de Hipermídia: Imagem

Design de Hipermídia

Imagem

Ícone


A teoria da imagem pressupõe uma teoria do significado, por isso o estudo sobre sistemas culturais nas operações de representação deve ser considerado. As imagens não se representam de forma direta por meio de objetos, e sim, por meio de operações materiais e perceptivas – regras gráficas e tecnológicas determinadas pela cultura em que se inserem e se produzem. Porém, a materialidade tem de levar em conta a sua relação direta com a representação [4].

Os ícones são uma das formas de signos existentes na trilogia da semiótica, ciência que estuda os signos e seus significados [5]. A seguir, são apresentadas algumas recomendações para o uso de ícones em hipermídias que devem incluir simplicidade, clareza e consistência com a finalidade de evitar erros de interpretação:

  • estabelecer e respeitar o mesmo estilo de design para todos os ícones utilizados em um projeto;

  • usar linguagem verbal ou rótulo associado aos ícones. O uso de ícones sem legendas é eficaz para usuários experientes. Para usuários novatos, as explicações verbais são fundamentais